Gente de cá e de lá – Episódio 2 – Gilmar Mendes (I)

Gente de Lá e de Cá na mesa do Cícero
Gente de Lá e de Cá na mesa do Cícero
Gente de cá e de lá – Episódio 2 – Gilmar Mendes (I)
Loading
/

Podcast – Gente de lá e de cá na mesa do Cícero – Gilmar Mendes (primeira parte)

Sentado na mesa do restaurante Cícero Bistrô em Lisboa, próximo ao seu bairro preferido da capital Portuguesa, o Príncipe Real, o ministro decano do STF Gilmar Mendes raramente tira os olhos do celular. Mesmo longe fisicamente está sempre ligado ao “seu” Brasil.

Olhando notícias, enviando e recebendo mensagens, interagindo com os protagonistas da cena política atual— as tensões institucionais entre o governo e as forças armadas estão deixando Brasília ao rubro — nem assim o ministro perde uma vírgula da conversa que nos junta à mesa.

Depois do evento antidemocrático de 8 de janeiro em que o ataque ao STF o fez chorar em direto na TV, ele nos transmite uma visão desapaixonada e simples sobre o sucedido, falando da relação entre os poderes e dos desafios que hoje esperam o Brasil e questiona mesmo se é prudente para a democracia o mundo confiar tanto na globalização.

Gilmar Mendes já foi tudo o que um jurista pode ser. A favor e contra. Duas vezes presidente do Supremo Tribunal Federal (2008 e 2011) e seu atual decano, o ministro que o presidente Fernando Henrique Cardoso escolheu em 2002, é, vinte anos depois, uma figura central da sociedade brasileira. Auto-declarado “santista roxo” é um professor universitário que nunca resistiu à política.

Esta é a primeira parte da segunda conversa à mesa do Cícero onde, personalidades incontornáveis “de lá e de cá”, debatem, nesta coluna, ideias, argumentos e antecipam as tendências do futuro tendo por base o potencial existente nas relações do Brasil com Portugal, a Europa e o mundo.

LER MAIS NA FOLHA S. PAULO


Comentários

Comente

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.